Barcelona: o primeiro passo em direcção a um movimento municipal europeu

AlcaldesTTIPFreeZone_zpsshpnawkk-600x336

Mais de quarenta autarcas e autoridades locais responderam ao apelo lançado pela campanha espanhola NoalTTIP, pela campanha europeia e pela autarquia de Barcelona. Mais de 200 representantes de movimentos sociais, organizações ambientais, sindicatos, associações de taxis, organizações de agricultores, de partidos políticos e ainda do Parlamento Europeu juntaram-se ao encontro de dois dias. É o primeiro encontro que reune diversos grupos com uma única preocupação: a defesa da democracia local perante os lucros das empresas globais.

No dia 21 de Abril, decorreu um debate em mesa redonda entre 40 municipalidades do qual resultou um acordo comum assinado como a Declaração de Barcelona que exige a suspensão das negociações do TTIP e do TiSA e rejeita a ratificação do CETA. O debate deu voz aos representantes locais que já enfrentam vários desafios para aprovar medidas que apoiam a economia local e protegem o bem-estar dos seus habitantes. Os 40 representantes vêem o TTIP como uma ameaça grave que vai aumentar o risco a que democracia local está sujeita. A Declaração demonstra ainda que as autoridades locais além de se oporem as estes tratados, estão também dispostos a apresentar propostas e alternativas ao nível local.

O dia seguinte deu lugar a um espaço de troca de informação e ideias entre as autoridades locais, parlamentares, peritos e activistas da campanha europeia, sobre as diferentes ameaças que estes tratados colocam à soberania local. Foram formados diferentes grupos de trabalho: ampliar a aliança de zonas livres de TTIP, CETA e TiSA; garantir o fluxo de informação aos cidadãos; trabalhar com outros sectores chave (PME, sector agrícola, economia social, etc.); e promover um ambiente que apoia alternativas sociais e económicas.

O encontro de dois dias terminou com um evento público que decorreu Sexta-Feira à noite com intervenções do vice-presidente Gerardp Pisarello e representantes do Estado Espanhol, das campanhas catalã e europeias contra o TTIP, CETA e TiSA. O evento prosseguiu com um concerto dos Che Sudaka ao ar livre no Arco do Triunfo em Barcelona perante milhares de pessoas.

Este encontro demonstrou a vontade das autoridades locais em desenvolver uma coligação que não apenas se opõe a estes tratados, mas também de criar um movimento SIM que seja capaz de defender os direitos fundamentais comuns a todos os que se opõem aos tratados que promovem o lucro privado e a ganância corporativa acima das necessidades das pessoas. Ao mesmo tempo foi uma oportunidade para reforçar sinergias entre as várias alternativas que vêm dos municipalismos social e institucional agregando-os sob um objectivo comum: lutar contra o TTIP/CETA/TiSA.

Próximas etapas

Durante a jornada, a Câmara de Grenoble propôs-se organizar o segundo encontro de autoridades locais pan-europeias. Entretanto, as campanhas locais continuarão o seu trabalho de co-criação de espaços locais de resistância aos tratados.

Relativamente à Declaração, o Município de Barcelona fornecerá um espaço na sua página da internet com informação sobre o evento, incluindo a Declaração e a recolha de assinaturas. Mais, na mesa redonda os deputados europeus convidaram as autarquias a apresentar a sua declaração perante o Parlamento Europeu.

Os documentos do encontro serão partilhados nos próximos dias e foi elaborado um novo website para facilitar o acesso à informação: AQUI

Mais informação em:
http://www.noalttip.org

Por Lucía Bárcena Menéndez